quinta-feira, 11 de março de 2010


Spätzle de taioba


Coloquei uma reportagem sobre taioba quase agora e resolvi colocar uma variação de como utilizar a folha .


Em Ilhabela tinhamos no nosso quintal lindas folhas e ficavamos inventando receitas diversas (eu e gustavo).
E agora em São Paulo tive a ideia de fazer essa massinha alemã com todo o sabor e cor da taioba.
Segui a massa tradicional, mas substituí parte da água pela massa de taioba e deixei a massa mais densa já que o glúten estaria mais diluído por causa do acréscimo da verdura. Ficou pra lá de bom, nesta multimistura eurobrasileira.






Spätzle de taioba
Rende: 3 porções


2 folhas de taioba
1 ovo
190 g de farinha de trigo (cerca de 1,5 xícara)
Água
1/2 colher (chá) de sal
1 pitada de noz moscada
1 pitada de pimenta-do-reino

Lave bem as folhas de taioba e vá rasgando, tirando pedaços entre a estrutura. Descarte o esqueleto das nervuras principais. Cozinhe os pedaços de folhas em água fervente salgada por 2 minutos ou até ficar bem macia. Escorra bem, espere esfriar (a minha rendeu 80 g), coloque, amassando bem, numa xícara padronizada de 240 ml e complete-a com um ovo e água. Bata tudo no liquidificador até ficar cremoso. Coloque numa bacia e junte farinha, mexendo sempre até resultar numa massa elástica e não muito mole. Bata bem e passe pelo instrumento de fazer spätzle. Ou apoie uma tábua com a massa na borda da panela e vá cortando tirinhas com uma faca, deixando cair direto sobre a água. Quando subirem na água, tire com uma escumadeira e vá ajeitando numa travessa. Junte um pouco de azeite ou manteiga para que não grudem e sirva com molho ou com cebolas carameladas na manteiga. No caso, servi com o molho de calabresa ou qualquer molho de sua preferência.


Mais para frente coloco um post com receitas de molhos para acompanhar diversos tipos de massas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário