quinta-feira, 11 de março de 2010

Food Revolution


“Food Revolution” é o nome do projeto de Jamie Oliver que visa revolucionar a alimentação das crianças nos Estados Unidos. Após uma visita a diversos lares e escolas americanas, Jamie juntou dados e imagens alarmantes. Hoje, dois terços da população americana está acima do peso e as crianças de hoje viverão menos que seus pais caso as coisas não mudem rapidamente. Em termos de saúde, obesidade corresponde a 10% dos gastos, sendo o problema que mais mata, ganhando até do cigarro. O problema é que as crianças não sabem o que estão comendo e não estão sendo educadas nesse sentido. Qualquer um fica chocado ao ver as imagens de Jamie em uma escola mostrando vegetais aos alunos. Ele mostra um tomate e pergunta o que é. Um aluno responde: batata. Quando mostrou uma berinjela a resposta foi “pêra”. Assim, Jamie propõe uma mudança urgente, um movimento de reeducação alimentar não só para as crianças, mas para os pais e escolas já que é deles o dever de ensinar. É preciso mostrar que cozinhar com alimentos frescos é simples e quais os seus benefícios e ensinar a população a prepará-los.

O movimento de Jamie Oliver ganhou o prêmio TED “One wish to change the world” de 2010. Para os que não conhecem, o TED é um evento interessante que não visa lucro, mas apenas dividir boas idéias. O evento acontece em diversos países (incluíndo o Brasil) e traz palestrantes das áreas de Tecnologia, Entretenimento e Design para dividir boas idéias com o público. O premiado ganha uma soma para colocar sua idéia em prática e Jamie saiu do evento com US$ 100.000.

Claro que os Estados Unidos não são os únicos a ter esse tipo de problema, mas ainda figuram em primeiro lugar na lista dos países obesos. A realidade onde uma menina de 16 anos tem uma perspectiva de vida de apenas 6 anos é grotesca. Esse é um movimento que os estados Unidos precisam começar, mesmo que liderados por um inglês.

Abaixo, o link da palestra que ele fez no TED que merece ser vista por todos:

http://www.youtube.com/watch?v=go_QOzc79Uc&feature=player_embedded

Nenhum comentário:

Postar um comentário